23 de julho de 2024

Dicas para economizar energia elétrica

Em setembro, uso de equipamentos de refrigeração aumentou em 4,2% a demanda por energia elétrica nas residências


Por Redacao 019 Agora Publicado 15/10/2023
Ouvir: 00:00

Confira 6 dicas para economizar energia elétrica e consumir o recurso de forma eficiente.

Mês que historicamente apresenta temperaturas mais elevadas, outubro pode apresentar um clima quente acima da média, com novas ondas de calor. De acordo com o Climatempo, o El Niño deve influenciar o clima global e do Brasil. A estimativa é de que as temperaturas fiquem de 2°C a 3°C acima da média dos registros dos anos anteriores na maior parte do país.

Nas duas primeiras semanas de setembro, já houve um crescimento de 4,2% na demanda por energia elétrica das distribuidoras em comparação ao mesmo período do ano anterior. A mudança foi impulsionada, principalmente, pelo aumento do uso de equipamentos como ventiladores e ar-condicionado, em razão do calor intenso.

Dias mais quentes
 

Diante da previsão de dias mais quentes neste mês, a Associação Brasileira das Empresas de Serviços Conservação de Energia (ABESCO) reforça a adoção de medidas de eficiência energética como uma alternativa para reduzir gastos e evitar que a conta fique ainda mais cara por conta do consumo de energia elétrica.
 

Para o presidente da ABESCO, Bruno Herbert, manter o uso consciente de energia durante todo o ano permite que os efeitos sejam ainda mais substanciais:

“Quando mudamos atitudes cotidianas, o consumo reduz consideravelmente e, além de gastar menos, ainda ajudamos na preservação ambiental e aumentamos o tempo de vida dos recursos não-renováveis”.

6 dicas para economizar energia elétrica

  1. Ar-condicionado e ventilador

    O consumidor deve checar o selo Procel, que indica os aparelhos mais eficientes da categoria. O ideal, portanto, é comprar os que tenham o selo ou que venham com a etiqueta do Inmetro com a letra “A”. Além disso, é preciso: otimizar o uso, fechando portas e janelas; fazer a manutenção no prazo ideal; manter temperatura equilibrada, evitando frio excessivo e gasto maior.


  2. Chuveiro elétrico


    Tome banhos rápidos. Desligue o chuveiro ao ensaboar o corpo ou ao passar xampu e condicionador nos cabelos. Atenção para a instalação correta, para que não haja choques ou acidentes e nem desperdício de energia. Sempre que possível, tome banhos com o chuveiro na posição verão ou até mesmo completamente desligado.


  3. Geladeira


    Verifique o controle de temperatura e ajuste o termostato, se necessário, para evitar desperdício de energia. Não use plásticos ou panos para forrar as prateleiras e jamais use a parte traseira da geladeira para secar roupas, tênis etc.. Observe as borrachas de vedação da porta; elas precisam estar em bom estado para não ocorrer perda de energia. Não deixe o fogão e a geladeira próximos.


  4. Lâmpadas


    Aproveite a iluminação natural. Ligue lâmpadas apenas quando necessário. Apague as luzes sempre que sair de determinado cômodo. Agora em se tratando da necessidade da iluminação artificial, a indicação é optar pelas lâmpadas de LED ou fluorescentes, modelos que oferecem iluminação mais eficaz e que têm menor gasto energético em comparação às incandescentes.


  5. Celular


    Evite deixar o celular carregando enquanto dorme. Ao atingir o carregamento total, retire-o da tomada. Evite usar o celular enquanto ele carrega, pois a bateria irá demorar a carregar e, consequentemente, o consumo de energia será maior.

  6. Televisão


    Deixe a televisão ligada apenas quando alguém estiver assistindo. À noite e se estiver no quarto, utilize o recurso “timer” para programar o desligamento. Retire, portanto, os aparelhos da tomada quando estiverem fora de uso.