27 de maio de 2024

Castrar ou não castrar? Uma decisão difícil para os donos de cadelas

Decisão difícil: castrar a minha cadela? Especialistas explicam!


Por Redacao 019 Agora Publicado 08/07/2023
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Castrar ou não castrar Uma decisão difícil para os donos de cadelas Castração de cachorras Castração de fêmeas
A difícil decisão de castrar a minha cadela: especialistas explicam

A castração em cadelas é uma decisão importante que muitos donos enfrentam ao cuidar de seus pets. Há uma série de questões a se considerar, desde os benefícios e riscos envolvidos até os cuidados pré e pós-operatórios necessários.

Para ajudar a esclarecer dúvidas e orientar os donos de cadelas, especialistas têm se manifestado sobre o assunto.

Neste artigo, faremos uma análise aprofundada sobre a castração em cadelas, abordando desde mitos e verdades até a importância da castração para o controle populacional canino.

Especialistas opinam sobre a castração em cadelas

A opinião dos especialistas sobre a castração em cadelas é unânime: é uma medida benéfica para a saúde e o bem-estar do animal. De acordo com o médico veterinário Felipe Santos, “a castração em cadelas evita o desenvolvimento de tumores de mama, infecções uterinas e doenças relacionadas ao sistema reprodutor”. Além disso, a castração também diminui a incidência de comportamentos agressivos e a fuga em busca de machos no cio.

Os benefícios e riscos da castração em cachorras

A castração em cachorras traz uma série de benefícios, como a redução do risco de doenças reprodutivas e comportamentais. No entanto, como qualquer procedimento cirúrgico, existem riscos envolvidos.

A anestesia, por exemplo, pode apresentar complicações em alguns casos. É importante ressaltar que os benefícios superam os riscos, mas é fundamental contar com a orientação de um veterinário de confiança para avaliar cada caso individualmente.

Cuidados pré e pós-operatórios da castração em cadelas

Antes de submeter a cadela à castração, é fundamental seguir alguns cuidados pré-operatórios. O animal deve estar com a saúde em dia, com exames de sangue recentes e vacinas em dia. Após a cirurgia, é necessário seguir à risca as orientações do veterinário para garantir uma boa recuperação. O repouso, a administração correta dos medicamentos e a alimentação adequada são essenciais nessa fase.

Mitos e verdades sobre a castração em fêmeas: o que saber

Existem diversos mitos e verdades que cercam a castração em fêmeas. Um dos mitos mais comuns é o de que a castração engorda o animal.

De acordo com especialistas, a castração não é responsável pelo ganho de peso, mas sim a dieta e o estilo de vida do animal. Outro mito é o de que as fêmeas precisam ter pelo menos uma ninhada antes de serem castradas. Na verdade, a castração precoce é a melhor forma de prevenir doenças reprodutivas.

A importância da castração em cadelas para o controle populacional canino

O controle populacional canino é uma questão de extrema importância. A castração em cadelas é uma medida fundamental para evitar o aumento indiscriminado da população de cães e o abandono de animais. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), estima-se que existam mais de 30 milhões de cães abandonados no Brasil. A castração é uma forma eficiente de combater esse problema.

Castração em cadelas: uma solução para problemas comportamentais?

A castração em cachorras pode ser uma solução para alguns problemas comportamentais. Segundo especialistas, a redução dos hormônios sexuais pode diminuir comportamentos agressivos, marcação territorial e fuga em busca de machos no cio.

No entanto, é importante ressaltar que a castração não é uma solução mágica e outros fatores, como a educação e o ambiente em que o animal vive, também influenciam o comportamento.

Cadela castrada vive mais? Descubra o que os especialistas dizem

Uma questão frequente é se as cadelas castradas vivem mais. De acordo com pesquisas e opiniões de especialistas, a castração pode aumentar a expectativa de vida das cadelas. Isso ocorre porque a castração previne doenças graves, como o câncer de mama e infecções uterinas. Além disso, a redução dos comportamentos de risco, como a fuga em busca de machos, também contribui para uma vida mais longa e saudável.

Como a castração em cadelas afeta a saúde reprodutiva

A castração em fêmeas tem como principal efeito a esterilização, ou seja, a impossibilidade de reprodução. Esse efeito é alcançado por meio da remoção dos ovários e, em alguns casos, do útero. É importante destacar que a cadela castrada continua tendo ciclos hormonais, mas não entra mais no cio e não poderá engravidar.

O momento certo para castrar sua cadela: quando fazer?

O momento ideal para castrar uma cadela varia de acordo com a raça e o porte do animal. Em geral, a castração precoce é recomendada, antes do primeiro cio, pois reduz significativamente o risco de doenças.

No entanto, em casos específicos, como cadelas de raças grandes ou propensas a doenças ortopédicas, o veterinário pode recomendar esperar até o segundo ou terceiro cio.

O papel do veterinário na decisão de castrar sua cadela

A decisão de castrar ou não uma cadela deve ser tomada em conjunto com um veterinário de confiança. O profissional está apto a orientar os donos sobre os benefícios e riscos da castração, além de indicar o momento mais adequado para realizar o procedimento. É importante lembrar que a castração em cadelas é uma escolha ética e responsável, que visa o bem-estar do animal e contribui para o controle populacional canino.