21 de outubro de 2020

10 cuidados fundamentais que você precisa saber antes de ter um pet

Especialista em Comportamento Canino, Camila Lima de Almeida, ensina quais são os primeiros passos que o tutor precisa ter um com filhotinho que acabou de chegar


Por Redacao 019 Agora Publicado 29/04/2020 Atualizado em 05/05/2020 às 12:29
10 cuidados fundamentais que você precisa saber antes de ter um pet

Filhotes de cachorro são lindos, divertidos, têm bastante energia e precisam de cuidados especiais. Por isso, antes de comprá-los ou adotá-los é necessário saber um pouco mais sobre como lidar com as atividades que irão precisar de mais atenção no dia a dia. 

Para esclarecer algumas das principais dúvidas dos tutores, a Especialista em Comportamento Canino, Camila Lima de Almeida, listou dez cuidados especiais para que todos possam se preparar para a grande chegada:

 1.Como deve preparar minha casa ou apartamento? 

Antes de qualquer decisão é necessário ressaltar que o filhote só pode ser adotado ou comprado após o desmame completo. Não importa o quão fofinho e independe ele seja.Ele precisa ficar com a mãe no mínimo por um período de 45 a 60 dias após seu nascimento.Em casa, retire objetos que podem ser quebrados, mastigados ou comidos – tenha imaginação fértil nessa hora, pois na hora de morder, qualquer coisa é lucro! Cubra todos os fios elétricos; Guarde os produtos químicos e de limpeza dentro de armários fechados e, preferencialmente, bem longe do chão; Use um cesto de lixo alto e pesado o suficiente para que seu filhote não consiga derrubá-lo; Tenha uma atenção redobrado com chinelos e sapatos fora do lugar, esses são os preferidos! 

2.Primeira visita ao Veterinário! 

É de extremamente importância que você tenha um veterinário de confiança para avaliar a saúde do seu do seu PET.Não fique restrito à indicação de amigos e parentes, procure informações a respeito do profissional, bem como comentários de outras pessoas.O Veterinário (a) é quem vai aplicar a primeira dose da vacina – caso ele ainda não tenha recebido, e prescrever o vermífugo adequado.Todas as dúvidas, devem ser anotadas e levadas na primeira consulta, assim o profissional poderá orientar com mais tranquilidade. 

3.Qual alimentação é mais adequada? 

O seu filhote é um ser único e, como tal, deve ter uma alimentação adequada e especializada para atender as necessidades básicas dele. O veterinário é quem pode te auxiliar na escolha do tipo de alimentação, vitaminas e produtos usados.É importante saber que, se o filhote já vinha se alimentando com algum tipo de comida que não o leite materno, você deve continuar com essa alimentação e alterá-la, se desejar, de modo gradual, evitando vômitos e diarreias.A quantidade da porção de comida é sempre calculada em gramas. A porção deve levar em conta a raça, tamanho e idade do seu filhote.Já a quantidade de vezes que ele vai comer por dia, dependerá da idade dele. Se ele tiver:

  • De 6 e 12 semanas deve comer de três a quatro vezes ao dia;
  • De 12 e 20 semanas deve comer três vezes ao dia;
  • A partir de 20 semanas deve comer duas vezes ao dia;

Jamais esqueça e trocar água do seu PET e deixá-la sempre fresquinha, afinal ele não sabe pedir água e você é a única pessoa que pode ajudá-lo. 4.Xixi no lugar certo! Assim que seu cachorrinho chegar ao novo lar, mostre a ele qual o lugar de fazer suas necessidades básicas.Adiantamos, o trabalho é árduo e não vale desistir.Use brinquedos e petiscos para facilitar o treino. Sempre que ele fizer o xixi no local correto, dê muito carinho e petiscos.Não demore para começar esse treinamento, caso contrário, com o passar do tempo, mais difícil será para ele aprender.

5.Vantagens da castração

Converse com o veterinário de sua confiança para realizar a castração do seu filhote na melhor idade – muitos profissionais recomendam fazer isso com seis meses de idade.Ao castrar o filhote você irá minimizar os riscos de fuga, irá diminuir as doenças genéticas e riscos de tumores malignos, além de reduzir os xixis excessivos e a agressividade. Saiba que, quanto antes você castrar o seu filhote de cachorro, mais chances o seu pet de desenvolver hábitos indesejados, como marcação a território.

6.Banho e Tosa quando deve levar? 

É preciso que você avalie quais são as suas condições para realizar banhos domésticos. Certo é que os lugares especialmente destinados aos cuidados de cachorro têm todo um aparato e equipe de profissionais preparada para receber o seu filhote.Além disso, em um único lugar, você resolve basicamente tudo que deve ser feito com seu cachorrinho: banho, corte de unhas, limpeza de ouvidos, entre outros.Caso você opte por levá-lo ao banho e tosa, certifique-se de que o local tem boas recomendações e profissionais capacitados.Procure também agendar o serviço nos dias de menor movimento, assim seu pet não fica estressado e nem espera muito tempo para ser atendido.

7.Higienização é sempre muito importante

Raramente o seu cachorrinho vai curtir os momentos de higienização. Mas, não é por isso que você deve deixar de fazer, veja o que é necessário realizar:

  • Escove os pelos todos os dias, assim poderá prevenir as doenças de pele;
  • Ao amanhecer passe um lencinho ou uma toalhinha úmida sem cheiro ao redor dos olhos para evitar que as secreções se acumulem (existem lencinhos umedecidos próprios para cães);
  • Sempre que levar ao Pet Shop peça para fazer a tosa higiênica, eles irão cortar as unhas de forma adequada, irão retirar os pelinhos em excesso de dentro das orelhinhas entre outros cuidados necessários para a saúde e bem-estar do filhote.

8.Escovar os dentes é preciso? 
Os dentinhos do seu filhote de cachorro devem ser escovados com pasta e escova específicas para animais.Também têm alguns brinquedos que, ao mastigar, fazem esse trabalho da escovação. Bem como petiscos que mantêm a saúde bucal.O mais importante é que você o acostume com a escovação desde pequeno, pois a remoção de tártaros é um procedimento cirúrgico que exige cuidados especiais.

9.Atividades em excesso não é recomendável 

Quando seu filhote chegar em casa, você não vai demorar muito para perceber o quanto de energia ele tem para queimar.Assim, escolha brinquedos que sejam educativos e prendam a atenção do seu pet.É importante que os brinquedos sejam firmes o suficiente para que seu filhote de cachorro não consiga morder e engolir parte dele. É muito importante que você conheça o seu filhote para não pecar na quantidade de atividade.

  • Evite exercícios pesados ou brincadeiras excessivas quando seu cão estiver cansado;
  • Não faça atividades intensas com ele após as refeições;
  • Corridas exageradas durante a digestão da comida podem causar graves problemas de saúde.
  • Não esqueça, ele é apenas um filhote.

10.Creche para PET’s? Confira os benefícios

 Você já ouviu falar de Creche para Cães? As “escolinhas” são locais que desenvolvem trabalhos específicos para cachorros. Lá, o seu PET entrará de manhã e sairá no final da tarde, algumas vantagens da creche é que elas: 

  • Permitem a socialização com outros Pet’s;
  • Aperfeiçoam as regras comportamentais;
  • Estimulam a prática de atividades físicas; 
  • Desenvolvem as habilidades;  
  • Os PET’s ganham enriquecimento ambiental;
  • Desenvolvem habilidades mais facilmente quando filhotes;
  • E evitam o estresse do filhote que por muitas vezes pode ficar em casa o dia inteiro sozinho.