18 de abril de 2024

10 dicas para um outono inesquecível em São Pedro

Época de avistamento do “mar de nuvens” torna a estância ainda mais charmosa e atrativa para atividades ao ar livre e de contemplação


Por Redacao 019 Agora Publicado 03/04/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Brisa fresca, céu azul e horizonte verde ou com um belo “mar de nuvens”. Quem visita  a estância turística de São Pedro no outono tem a chance de testemunhar um dos mais belos espetáculos que a natureza pode oferecer.

Localizada aos pés da Serra do Itaqueri, a cidade é rota turística do Estado e se apresenta como um dos destinos mais charmosos nesta época do ano pela formação de nuvens nos fundos de vale e a exuberância das cores de sua paisagem, caracterizada pela transição entre a mata atlântica e o cerrado.

Muito procurada por aventureiros atraídos pelas atividades radicais na serra, a estância de 40 mil habitantes é composta por uma rede hoteleira fortalecida com mais de 4,2 mil leitos. São hotéis, pousadas, SPAs e resorts requisitados também por casais e famílias que buscam descanso com a paz e aconchego que só o interior oferece e sem a necessidade de viajar por longas distâncias.

Abaixo, 10 dicas de atividades ao ar livre para um outono inesquecível em São Pedro

  1. Contemplação e trilhas nos parques

    Com decks voltados para a paisagem do alto da Serra do Itaqueri, dois parques municipais oferecem ótimas opções de lazer gratuito aos turistas. Um dos mais visitados é o Parque Marcelo Golinelli, que possui trilhas com duração de 30 minutos a até 3 horas, e que podem ser acessadas sem a necessidade de guia turístico.

    O segundo é o Parque do Cristo, que abriga uma estátua de 17 metros de altura que, assim como a carioca, “abraça” a cidade e é acessada por uma escadaria que relembra a Selarón. “Todos nossos mirantes e parques ficam mais lindos no outono, por proporcionarem aquela famosa vista do mar de nuvens”, comenta Carol de Santis, guia de turismo na estância.

  2. Trekking e aquatrekking

    Para quem curte trilhas mais longas e com mais  aventuras, as dicas são as novas rotas de trekking e aquatrekking oferecidas por agências de turismo da estância em propriedades rurais históricas: na Fazenda Santa Júlia e na Fazenda Capelinha.

    As trilhas são de níveis iniciante e intermediário, com percursos a partir de 6 quilômetros que passam por mirantes e cachoeiras em áreas de reserva na Serra do Itaqueri (mais informações: @fazendasantajuliasaopedro @saopedro_sp  @carolguiaserradoitaqueri).


  3. Mountain bike

    São Pedro tem caído também no gosto dos bikers. “Além dos estradões de terra que levam até lagoas e cachoeiras, temos muitos single tracks e subidas de serra com mirantes dotados de vistas fabulosas”, elenca Carol. Um dos destaques para este público é o pedal de 50 Km pela Fazenda Santa Júlia, que conta com travessia de barco pelo Rio Piracicaba e foi implantado recentemente. O passeio guiado dura aproximadamente 7 horas e inclui café da manhã e lanche ao final, além de mergulho nas águas turquesas da Lagoa Azul e visitação a uma vila de pescadores nas imediações do bairro Tanquã. Os percursos vão do nível iniciante ao avançado e a bicicleta pode ser alugada na própria estância (@carolguiaserradoitaqueri).

  4. Off-Road

    Outra grande atração de sucesso em São Pedro são os off-roads (@santanasranchoficial e @trilhasdaserrasp). Aos condutores com CNH, é possível conduzir jipes, quadriciclos, UTV’s ou curtir o passeio como passageiro de um caminhão safari (6×6) pela estância. Todo o trajeto é guiado por profissionais e inclui circuito pelas estradas de terra que levam às cachoeiras do município. As atrações vão de R$ 70,00 (passeio de caminhão) a R$ 299,00 (UTV). Os valores também variam conforme a duração, que pode alcançar até 6h de aventura.

  5. Roteiros de jipe ou carro

    Outra possibilidade são os passeios guiados com uso de carro próprio ou veículo do guia de turismo. Na rota também estão visitas a cachoeiras, reservas naturais de fazendas e mirantes exclusivos. Nesta modalidade de passeio, Carol de Santis conta que foi lançado, no fim de 2023, o “Brinde ao Pôr do Sol”, um passeio diferenciado de carro pela Fazenda Capelinha com trajetos de 15 km pela natureza, e que inclui brinde com espumantes em um dos pontos de contemplação com o mais belo pôr do sol da Serra.

  6. Tirolesa

    No km 2,5 da estrada Ulisses Guimarães, point da estância na Serra do Itaqueri, o turista encontra o Rancho da Tirolesa (@rancho.da.tirolesa), que mistura atração nas alturas com terra firme. A descida, de 500 metros, é feita em duas etapas – a primeira de 300 metros e a volta de 200 metros, sempre aos fins de semana e ao custo total de R$ 50,00 por pessoa. Com hospitalidade ímpar, o local também oferece um restaurante e redário para descanso com vista fascinante da serra. O local é ponto de parada tradicional de motociclistas que visitam São Pedro aos fins de semana.

  7. Passeio de balão

    Um dos ases nacionais do balonismo, Feodor Neov, piloto há 35 anos e recordista sul-americano na prática, com participações em programas de TV e até filme gravado, é morador de São Pedro e comanda os voos de balão que colocam a estância como um dos principais locais a oferecer passeios do tipo no Interior de São Paulo.

    “Entramos na alta temporada de voos de balão. De abril a junho, chove menos e a vegetação está verdinha ainda, o que torna a experiência de voo mais interessante. Temos no outono também a formação de nuvens no fundo dos vales o que deixa tudo ainda mais bonito e emocionante”, descreve Feodor. Voltado para grupos de 6 pessoas, o voo custa R$ 3,6 mil e precisa ser agendado com antecedência de dois dias. No preço, o transporte e o lanche no local do pouso estão inclusos (mais informações com a @airbrasilbalonismo).

  8. Voo livre

    Outra opção aos mais aventureiros é agendar um voo duplo de parapente feito a partir de duas rampas que a estância possui para a prática. Uma delas, no Parque Municipal do Voo Livre “Celso Gonçalves Fonseca”, e a outra, no Parque Marcelo Golinelli, que possui mirantes para contemplação.  “Outono e inverno são ótimas estações para condições de voo pelo tempo mais estável”, comenta Anderson Gomes da Costa, o Carioca, piloto com 26 anos de prática. Os passeios no município são chancelados por instrutores do Clube São Pedro de Voo Livre e custam em média R$ 350,00 (mais informações @cspvl_oficial).


  9. Relaxar no Thermas

    Aos que querem relaxar no outono curtindo um banho de piscina climatizado, o Thermas Water Park (@thermaswaterpark) é parada certa para day-use. Considerado o 7º parque aquático mais visitado na América Latina e o 4º no Brasil, segundo o ranking de 2022 da Themed Entertainment Association (TEA), o parque traz a maior piscina de ondas do Estado de São Paulo, além do maior parque infantil da América Latina, com diversos toboáguas, recreação, fazendinha entre outras atrações.


  10. Contemplação

    Opção gratuita para quem quer se aprofundar na contemplação da natureza, o mirante no Cruzeiro do Facão, no Morro do Fogão, na divisa com Itirapina, tem visitação aberta. Conhecido por ser o ponto mais alto da serra, o local possui cenário fascinante, de onde podem ser observadas várias cidades (@setursaopedro).

Investimento na estância

Com investimento estimado de R$ 630 milhões, São Pedro é hoje um dos municípios paulistas com maior número de projetos turísticos. O montante foi apresentado em encontro deste ano na Secretaria de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo. Dos 34 projetos âncoras do turismo paulista, a estância detém 4: expansão do São Pedro Thermas Resort (R$ 300 milhões); Parque Aramat (R$ 100 milhões); construção do Resort Hotel Vistas do Itaqueri (100 milhões); e ampliação do Resort Haras NSG (130 milhões).

Serviço

Para saber mais sobre a estrutura turística de São Pedro, acesse e siga @setursaopedro.