18 de abril de 2024

Chuvas em Piracicaba registram acúmulo de 64 mm; força-tarefa da Prefeitura está nas ruas

Defesa Civil registrou pontos de alagamento e queda de quatro árvores


Por Redacao 019 Agora Publicado 14/02/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Simap realiza a limpeza da avenida Thales Castanho de Andrade, no Parque dos Eucaliptos
Simap realiza a limpeza da avenida Thales Castanho de Andrade, no Parque dos Eucaliptos

A forte chuva que ocorreu em Piracicaba no início da noite da terça-feira (13) causou estragos em alguns pontos da cidade. Com acúmulo de 64,3 mm, a Defesa Civil registrou pontos de alagamento nas avenidas Armando de Salles Oliveira e 31 de Março, e nos bairros Maracanã, Morumbi, Nova Iguaçu e Centro. Também foram registradas quedas de quatro árvores, nos bairros Balbo, Artemis, Pauliceia e Centro. Não há registro de vítimas nem desabrigados.

Força-tarefa da Prefeitura, integrada pela Defesa Civil e diversas secretarias, tem atuado desde a manhã de hoje, 14/02, para amenizar os estragos.

No bairro Parque 1º de Maio, a Secretaria de Obras e Zeladoria (Semozel) executou a limpeza e desobstrução de galerias no córrego Água Branca, próximo à avenida Laudelina Cotrim de Castro.

A Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (Simap) realiza a limpeza da avenida Thales Castanho de Andrade, no Parque dos Eucaliptos, que foi invadida pela lama após a chuva. A limpeza deve terminar ainda hoje.

A Secretaria de Saúde informou que, devido a forte chuva de ontem, registrou problemas pontuais nas UPAs Vila Sônia e Anexo da UPA Piracicamirim, porém não houve necessidade de interrupção dos atendimentos. Estas duas e as demais unidades seguem atendimento normal a população. Nas unidades de Atenção Básica e Secundária não houve registro de problemas devido às chuvas.

Atenção

A previsão de chuva para amanhã é de apenas 12 mm; de qualquer forma, a Defesa Civil segue monitorando rios e pontos de alagamento. Às 16h, o rio Piracicaba estava com 2,39 metros de altura de nível e 163 m3 de vazão, em estado normal. O rio chega ao estado de atenção ao atingir 3,2 metros. Ao estado de alerta aos 3,7 metros. E ao estado de emergência com 4,2 m. E, por fim, extravasa ao atingir os 4,7m.

Pontos que podem alagar com as chuvas em Piracicaba



Os pontos que podem alagar em Piracicaba são: Av. Armando de Salles Oliveira (entre o Terminal Central de Integração (TCI) e Av. Independência) avenida 31 de Março e rua Gomes Carneiro com Santa Cruz. Motoristas e pedestres devem evitar esses locais em caso de chuvas fortes.

Quanto ao rio Piracicaba, em caso de transbordamento, os pontos de alagamento ficam na região da Rua do Porto, Av. Beira Rio, Bongue, Av. Cruzeiro do Sul, avenida Jaime Pereira, Ondas, Algodoal, Ondinhas, São Francisco, Estoril, Jupiá, Gran Park e Ártemis. No caso do rio Corumbataí, os pontos que podem alagar ficam em Santa Terezinha, Vila Rios e IAA-Bessy.

Serviço

As pessoas que vivem em áreas de risco e se sentirem em perigo podem ligar para os telefones 199 (Defesa Civil) e 153 (Guarda Civil), Corpo de Bombeiros (193) e solicitar apoio. A Defesa Civil do Estado de São Paulo disponibiliza um canal de informações para a população que alerta para eventos meteorológicos. Para receber os informes no celular, basta enviar um SMS com o número do CEP da residência para o número 40199. Informações gerais podem ser acessadas em SP Alerta.