18 de abril de 2024

Terapeuta e dentista criam eventos para debater a inclusão de pessoas com deficiências na região de Campinas

Segundo os profissionais da saúde, há uma grande demanda na região de Campinas e necessidade de uma visão multidisciplinar para quebrar paradigmas


Por Redacao 019 Agora Publicado 18/09/2019
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Equipe da Jornada Multidisciplinar de Síndrome de Down, à esquerda Dra Flávia Nogueira, médica pediatra e Olívia, de 8 meses, Alexandre Souzah, ator, diretor e professor de teatro na Inclusione, ao fundo Matheus Racy Mariusso e Raquel Ortega. À frente Rafael Atkinson Carvalho. Do lado direito, Igor Pinheiro, Fotógrafo do Projeto Foto Inclusão, e Maurício Carvalho é idealizador e coordenador do movimento MARAVILHA MÁXXIMA, pai de Rafael

O último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que no Brasil existem 45 milhões de Pessoas com Deficiência (PCDs), o equivalente a 24% do total de habitantes do país. Apesar dos inegáveis avanços dos últimos anos, o mercado de trabalho e a inclusão das PCDs precisa ampliar muito e gerar oportunidades para que essas pessoas sejam efetivamente inclusas.

Pensando nos desafios deste vasto campo de atuação, a terapeuta ocupacional Raquel Ortega, que atua há 22 anos na área da saúde mental, entre Neurologia e Psiquiatria e Matheus Racy Mariusso, cirurgião-dentista, especialista no atendimento multidisciplinar na primeira infância e pessoas com deficiências, se uniram para idealizar um projeto contínuo, no formato de eventos, que tem como objetivo compartilhar com as famílias, profissionais da saúde e sociedade, aspectos que envolvem a garantia dos direitos, deveres e, principalmente, o desenvolvimento das pessoas com.

O pontapé inicial foi dado alertando para os desafios que envolvem as pessoas com Síndrome de Down que, dentro do Censo do IBGE, representa 300 mil no país e estima-se que são aproximadamente 30 mil na região de Campinas.

O evento será no próximo sábado, dia 21 de setembro, chamado de I JORNADA MULTIDISCIPLINAR DE SÍNDROME DE DOWN. “A nossa proposta é criar um calendário anual que conectem essa família com os profissionais da saúde. Por meio de cases bastante inspiradores, conseguiremos mostrar que uma vida social bastante ativa é possível, basta ter as orientações e acompanhamentos certos”, explica Raquel Ortega.

É o caso de Rafael Atkinson Carvalho, que além de Síndrome de Down, fez um tratamento intensivo para tratar de um caso raro de lábio leporino. Aos 23 anos, ele coleciona exemplos de superação. É palestrante, ator na Companhia de Teatro Inclusione e coordenador do Maravilha Máxxima, movimento de empreendedorismo social, sem fins lucrativos, para promoção efetiva de ações e projetos de inclusão de pessoas com deficiência intelectual. Seu pai, Maurício Carvalho é idealizador e coordenador do movimento MARAVILHA MÁXXIMA, idealizador e coorganizador dos projetos de culinária inclusiva Feijoadown, feijoada com tempero de inclusão; Sertanejown, no ritmo da inclusão; Cucina Felice, a inclusão é massa; Inclua Café e do curso Foto Inclusão.