21 de outubro de 2020

Pet Anjo recebe novos investidores

Wagner Aguado, experiente executivo do setor financeiro, passa a ser o novo sócio da startup inovadora do segmento pet


Por Redacao 019 Agora Publicado 29/05/2020
Wagner Aguado
Wagner Aguado

Muito se fala em negócios do bem, em capitalismo consciente, em empresários e executivos engajados em causas nobres. Pois bem, esses são conceitos diretamente ligados à PET ANJO, que oferece o melhor dos serviços pet do Brasil, e agora passa também a ajudar muitos animais carentes de cuidado e sem lar, com um novo sócio não muito convencional.

A PET ANJO é um marketplace, ou seja, uma empresa que atua juntando duas partes: de um lado os tutores de cães e gatos com necessidades de serviços pet, e do outro, profissionais devidamente treinados , habilitados, e credenciados pela própria PET ANJO, que cuidam dos animais de estimação do contratante.

E por meio destes profissionais, chamados de “anjos”, a PET ANJO oferece os seguintes serviços:

  • Hospedagem Familiar: serviço em que o pet é literalmente tratado como membro da família do “anjo”, com cuidados individuais. Bem diferente dos conhecidos hotéis veterinários.
  • Dog Walker (passeador): aqui o “anjo” realiza passeios educativos e saudáveis com o pet, que podem ser individuais ou com no máximo 3 cães.
  • Pet Sitter (babá de animais): este “anjo” irá visitar, dar comida, brincar, medicar, e cuidar do pet enquanto seu tutor não estiver em casa.
  • Day care (creche para pets): ao invés de ficar numa creche com outros vários animais, a Pet Anjo disponibiliza um anjo e sua casa para cuidar do pet enquanto o tutor está trabalhando, estudando ou em outros compromissos. Os cuidados e tratamento são personalizados, seguindo as orientações do tutor e as boas práticas e técnicas da PET ANJO.

Fundada pela veterinária Carolina e o engenheiro Thiago, a PET ANJO acaba de receber novos investidores: o executivo do mercado financeiro, Wagner Aguado, e a ONG “Vira Lata Vira Amigo”, fundada pelo próprio executivo, sua esposa Leila e um casal de amigos, Ana e Fernando.


A ONG tem como missão resgatar cães abandonados e em situação de risco, tratar e doar estes animais para uma família. Hoje são aproximadamente 80 cães, todos resgatados das ruas da grande São Paulo.
Com sede própria, a ONG que fica em Ibiúna, foi construída pelo casal Aguado, que junto com alguns amigos mantém todos estes animais em condições saudáveis e seguras.


Preocupado com a perpetuidade da ONG, Wagner sempre pensou em maneiras de garantir a continuidade deste projeto, e inspirado na história do fundador do Bradesco, que colocou a Fundação Bradesco como Acionista do Banco, garantindo com isso a continuidade de seu sonho mesmo após sua morte, Wagner adquiriu a PET ANJO e no mesmo instante contratual, passou 25% das ações da empresa para a “Vira lata Vira Amigo”, que agora é sócia desta start-up pet.


Neste momento, Wagner já negocia a entrada de investidores na sociedade, trazendo com isso investimentos que garantirão o crescimento e aperfeiçoamento da operação, que hoje já está disponível em 23 estados e mais de 150 cidades em todo o Brasil.


Wagner Aguado complementa: ” já é possível imaginar que em breve todo os serviços da PET ANJO contratado pelos clientes tutores de pets (e apaixonados pela causa), estarão ajudando diretamente a “Vira Lata Vira Amigo” a resgatar, cuidar e doar um dos 80 cãezinhos hospedados na ONG.

E baseado nos conceitos do capitalismo consciente, vamos trazer equilíbrio e garantir que nossa operação ofereça benefícios reais para a sociedade, tanto por meio dos resgates e doações de animais da ONG, tanto pela oportunidade de geração de renda para milhões de brasileiros anjos. Somados a isso iremos oferecer serviços cada vez melhores para nossos clientes tutores e seus amigos de quatro patas, sem esquecer, claro, de gerar retorno financeiro adequado aos nossos investidores.”